Blog

  • Bolos de casamento
    Postado 26/09/2016

    O bolo de casamento é uma oportunidade perfeita para as noivas abusarem das cores e dos detalhes que o deixem mais bonito e parecido com o tema do casamento. 

    Se você está precisando de uma inspiração doce, dê uma conferida nas fotos abaixo, são vários projetos clássicos e criativos de deliciosos bolos de casamentos:

    Bolos feitos por JANE FRAGA BOLOS. 

  • Dicas para você acertar o bolo da festa!
    Postado 30/05/2016

    De tudo o que você escolheu para a festa, qual é o item mais importante? O BOLO!

    Sem ele não existe o parabéns e os olhos dos convidados brilhando enquanto a vela está acesa não tem explicação! E exatamente por isso, acertar na escolha do bolo seja tão importante.

    Algumas dúvidas são frequentes: qual o tamanho do bolo que eu devo encomendar? Como deve ser a cobertura (glacê, pasta americana, confeitos)? Deve ficar dentro ou fora da geladeira? Para tentar ajudar, fizemos este mini-guia do bolo.

    # O tamanho do bolo:

    Antes de mais nada, você deve calcular o tamanho do bolo que precisará para a festa.

    Verifique sempre o número de convidados com a quantidade de sobremesas e doces que você possui.

    Por exemplo: Seu evento possui 200 convidados e você contratou bufet com sobremesa a vontade. Um bolo comportando 100 fatias é o suficiente!
    Sua festa possui 200 convidados com mesa de guloseimas e mesa de doces. Um bolo comportando 80 fatias é o suficiente.

    O tamanho do bolo também está relacionado à quantidade de outros itens que você servirá na festa. Se você tiver outros docinhos (calcule uma média de 6 por convidado), por exemplo, muita gente não se servirá do bolo.

    Agora se a comemoração foi literalmente “só um bolo” (sem nenhum outro doce), pode ser uma boa encomendar um bolo um pouco maior, é provável que muita gente repita.

    # O formato do bolo:

    Por incrível que pareça o formato do bolo também influenciará no tamanho a ser encomendado.

    Em termos de praticidade na hora de cortar, nada se compara ao bolo quadrado ou retangular. Já o bolo redondo costuma ser cortado deixando-se a parte do meio.

    Na montagem daquelas mesas de doces lindas de morrer, o bolo redondo costuma ficar esteticamente mais bonito. Um bolo desses em um suporte alto chama a atenção de todos os convidados e produz um efeito diferenciado nas fotos.

    Para bolos de vários andares, considere a ideia de fazer apenas um deles de verdade, e os outros cenográficos.

    # A cobertura do bolo:

    A pasta americana: Com ela é possível dar forma a detalhes que você não conseguiria com um glacê, por exemplo. Flores, personagens, rendas, etc… Com a pasta americana é possível obter efeitos lindos e diferenciados.

    Existem outros tipos de massa que são derivações da pasta americana e que são utilizadas por confeiteiros para fazer detalhes da decoração.

    Recentemente um bolo que vem fazendo sucesso é o naked-cake, o bolo pelado. Ele é livre da cobertura, mas bem enfeitado fica lindo.

    A cobertura do tipo Kit Kat também faz sucesso, mas ele é mais voltado para festas não tão formais.

     

    # A conservação do bolo

    Bolos com pasta americana não vão à geladeira; assim que recebê-lo, coloque-o diretamente na mesa. Já os bolos com chantilly ou marshmallow devem ir à geladeira, do contrário derretem.

    # Os bolos cenográficos

    Há quem não goste, que considere fundamental que o bolo da mesa seja exatamente aquele que será servido. Os bolos cenográficos são interessantíssimos, pois são mais baratos do que os correspondentes feitos com pasta americana.

    A vantagem de utilizá-los é que o visual da mesa ficará bonito do começo ao fim da festa. Enquanto isso, o bolo “de verdade” fica dentro da geladeira (nesse caso, você deve optar por um bolo mais simples).

  • Está chegando o aniversário do meu filho! E agora, o que eu faço?
    Postado 31/07/2015

    Não arranque os cabelos ainda. O Guia Festa vai te ajudar.

    Para que tudo saia impecável, vamos dar dicas praticas e infaliveis.

    Mães e organizadoras de festas de primeira viagem, confiram!!!!

    # Vamos começar definindo o local da festa:

    Quanto mais espaço disponível, melhor será o clima da festa e será diversão garantida

    Se a comemoração for ao ar livre, é sempre melhor prever chuva e deixar preparada cobertura ou local alternativo.

    Se forem dias de verão com muito sol, as coberturas são a melhor alternativa para amenizar o calor e evitar acidentes.

    # Escolha o tema:

    A criança precisa sentir que sua opinião é muito importante. Afinal, a festa irá homenageá-la.

    Qualquer item pode virar tema, desde a cor predileta, um desenho animado e até o filme ou brinquedo favoritos. Usar brinquedos que são da própria criança na mesa dos doces, ou em outros locais, deixa a festa com um significado enorme.

    # Lista de convidados:

    Criança pequena não vai desacompanhada, então o melhor a fazer é calcular pelo menos mais uma pessoa para cada convidado com menos de 7 anos. Ao convidar, você pode perguntar quem irá acompanhar a criança, a mãe, o pai, a babá, etc.

    # Posso convidar casal ou pessoa sem filhos?

    Festa de criança não costuma ser um programa de adultos, por isso o ideal é só convidar quem não tem filho se existir grande intimidade entre os pais e o convidado. Costuma ser o caso da madrinha e do padrinho do aniversariante ou de amigos mais próximos da família.

    # Convites:

    Escolha um modelo de convite bonito e que levem os detalhes do evento, além de uma sutil referência ao tema.

    O convite deve ser bem elaborado para que o convidado pense: "Esta festa eu não posso perder".

    # Animação:

    Em uma festa o que não pode faltar são brincadeiras criativas. Antes de organizar o roteiro de atividades, leve em conta a idade do aniversariante e dos convidados. Se preferir, contrate monitores para ficarem de olho na molecada.

    As crianças só devem parar de brincar em dois momentos da festa: na "hora do lanche" e no "parabéns".

    Peça para o seu filho ajudar a selecionar as músicas que mais gosta. Só não exagere no volume do som.

    E anote as brincadeiras que não podem faltar: pular corda, pular elástico, pega-bandeira, pega-pega e amarelinha.

     

    # Cardápio:

    O uso de copos, talheres, pratos e garrafas descartáveis é o mais recomendado, inclusive para evitar pequenos acidentes com as crianças.

    O cardápio deve ser definido de acordo com o horário da festa e a quantidade de convidados. Como referência, lembre-se de que crianças e idosos consomem menos que adultos e jovens e considere que duas crianças equivalem a um adulto.

    Se a festa ocorrer à tarde, ofereça lanches e mini-food variados e aposte em comidinhas mais praticas.

    As festas são perfeitas para bolos e docinhos mais antigos, gelatininhas coloridas, brigadeiro, bicho-de-pé, cajuzinho e beijinho.

    Se quiser dar um ar moderno à festa aposte em deliciosos cupcakes ou docinhos gourmet.

    # Lembrancinhas:

    A lembrancinha oferecida aos convidados precisa estar à altura da festa. Fique atenta para a harmonia e sintonia com o tema escolhido, o acabamento, a segurança e o tipo de material utilizado.

    Lembrancinhas personalizadas são as mais utilizadas, como saquinhos com doces, potinhos com brinquedos, bisnaguinhas de brigadeiro etc.

    E para não se perder tenha em mãos um check list. Ele vai te ajudar a lembrar tudo o que falta a ser feito.

    Depois de tudo pronto é só curtir com o seu filho a festa.

  • Você conhece o São Valentim?
    Postado 11/06/2015

    São Valentim dá origem ao Dia dos Namorados ou Dia de São Valentim, em alguns países.

    No Brasil, a data é comemorada no dia 12 de junho, véspera do dia de Santo António, 13 de Junho, também conhecido por ser o Santo Casamenteiro.

    É uma data especial na qual se celebra a relação amorosa entre os casais.

    Sendo comum fazer jantares romântico, trocar cartões e presentes com simbolo de coração, tais como as tradicionais caixas de chocolate,

    Ou para os mais ousado, fontes de chocolate.

    Ou frutas com chocolate. 

    O dia foi criado em homenagem ao bispo Valentim que lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras, acreditando que os solteiros eram melhores combatentes.

    O bispo continuou celebrando os casamentos, apesar da proibição. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte.

    Enquanto estava preso, muitos jovens casais e solteiros lhe enviavam flores e bilhetes dizendo que ainda acreditavam na força do amor.

    Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão.

    Antes da execução, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como “Seu Namorado” ou “De seu Valentim”.

    Por isso, preparesse para esse dia e declare todo os seu amor para a pessoa que ama. 

    E não se esqueça de curtir a nossa Fan Page: guiafestars